Português absoluto no Máster e Sênior de Jiu-Jitsu

A estréia de Eduardo Santoro, o Português (Cia. Paulista), na categoria Máster, não poderia ter sido melhor. Atual campeão Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJ e Mundial da CBJJE, ambos no adulto, Português faturou peso e absoluto na categoria máster do Internacional de Masters e Seniors, que acabou há pouco no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. Na categoria meio-pesado, Português derrotou três adversários até chegar a final contra o campeão mundial na categoria médio em 2003, Cássio Werneck, por 5×0. “Além do Cássio ser um atleta muito duro, outra dificuldade foi lutar seis minutos. Estou acostumado a lutar no adulto, onde lutamos 10 minutos. Mas deu tudo certo e consegui estrear com vitória”, declarou o faixa-preta da Cia. Paulista, que algumas horas depois faturou o absoluto, ao fechar na final com Evandro Pena (Guigo JJ), que ano passado também ficou com o vice no absoluto máster.

Outro que mandou bem no máster foi Roberto Godoi. O líder da Godoi JJ Club derrotou três oponentes até chegar a final da categoria pesado contra Ramon Jamur (Check Mat BJJ), onde venceu por uma vantagem depois do placar marcar 2×2. Uma semana depois de conquistar peso e o vice no absoluto do mundial da CBJJE na categoria máster, André Marola (Nova União) faturou a categoria pesadíssimo do máster ao derrotar na final Gustavo Adolfo (Alliance). “Estou com 34 anos e já luto no máster há algum tempo, mas essa foi a primeira vez que participei do Internacional de Masters e Seniors, e graças a Deus sai vencedor”, revelou Marola.

Assim como Português, Adriano Silva (Barbosa) também costuma lutar no adulto. Vindo de um vice-campeonato no Mundial da CBJJE, quando perdeu para Alan Finfou (Check Mat BJJ) na final da categoria médio, Adriano fez a sua estréia no máster faturando a categoria médio. O faixa-preta da Barbosa JJ foi arrasador, finalizando três dos seus quatro adversários, inclusive a final contra Régis Lebre (Gracie Humaitá), quando aplicou um justo triângulo.

Vale destacar ainda a grande atuação de Flávio Ferreira, líder da equipe De La Riva em Porto Alegre. Após passar por Vinicius Gahyuna (Check Mat BJJ) e finalizar Vanderci Garcia (Gracie Barra) com um estrangulamento pelas costas, Flávio encarou na final da categoria pena o campeão peso e absoluto máster em 2006, Gabriel Wilcox (Brazilian Fight), que ainda beliscou um bronze no absoluto, e venceu por 2×1 nas vantagens após o placar marcar 2×2. “Estou com 33 anos e esse foi o meu primeiro ano de máster. Ganhei o Europeu, o Brasileiro, Sul-Brasileiro e agora aqui. Só não consegui lutar o Pan-Americano”, revela Flávio, exibindo as medalhas ao lado de seu mestre, Ricardo De La Riva.

No sênior o destaque foi Admilson Brites, o Juquinha (Gracie Humaitá), que faturou o peso leve, onde finalizou Claudionor Cardoso (Equipe Claudionor Cardoso), e o absoluto do sênior 2, derrotando na final Carlos Pinho (De La Riva). Ainda no sênior 2, Alexandre Paiva, o Gigi (Alliance), fez 2×1 nas vantagens em Carlos Pinho (De La Riva) e levou o ouro na categoria médio. No sênior 3, Helvecio Penna (De La Riva) também mandou muito bem ficando com o título no super-pesado, derrotando na final Kamphuis Stephen (Fabrício JJ), e no absoluto, onde derrotou Markku Juntunem (Alliance).

No sênior 1, Múzio De Angeles (Brasa) faturou a categoria pesado ao derrotar na final Guto Vicente (Gracie Humaitá) por 1×0 nas vantagens e se despediu dos tatames emocionado. Danilo Rodacki (Behring) foi o grande nome do sênior 1 ao vencer o pesadíssimo, derrotando na final Luiz Claudio (UGF) e o absoluto, onde venceu Luciano Nucci, o Casquinha (Alliance). Na contagem geral, a Gracie Humaitá faturou o hexacampeonato, troféu que foi erguido por Royler e seu irmão Rolker Gracie. Clique aqui e confira os resultados completos no site da CBJJ. Não deixe de conferir amanhã uma super galeria de fotos do Internacional de Másters e Sêniors de Jiu-Jitsu 2008 aqui no site TATAME.

Tatame
Texto e fotos Eduardo Ferreira