Como acabar com o bullying: 7 razões pelas quais o Jiu-Jitsu pode ajudar

 

O bullying é um problema real na nossa sociedade de hoje. Sem restrições, pode levar a sérias conseqüências e, às vezes, infelizmente, tragédias. É sabido que o Jiu-Jitsu pode ser uma ferramenta para ajudar as crianças a enfrentar agressores, mas como? Aqui estão 7 razões pelas quais a arte suave realmente ajuda as crianças a lidar com colegas abusivos.

1) A autoconfiança repele os covardes

Um valentão é um covarde. Ele ou ela identifica aqueles que não têm autoconfiança e se fazem nele. Jiu-Jitsu dá às crianças a autoconfiança para se defenderem no momento da primeira abordagem, geralmente verbal.

2) Um antídoto contra medo e insegurança

Existem dois ingredientes principais para o bullying: medo e insegurança. O medo é geralmente da vítima e a insegurança é geralmente do agressor que procura o confronto para esconder seu próprio sentimento de fraqueza. A arte suave ensinará as crianças a se defender quando necessário e a ajudá-las a lidar com o medo. Ao mesmo tempo, abordará a insegurança e ajudará esse garoto agressivo a ser mais confiante, educado e respeitoso.

3) Respeito pelas diferenças

Como no tatame enfrentamos todos os tipos de pessoas, você percebe rapidamente que somos todos iguais em nossas deficiências e potenciais. A diferença reside na quantidade de trabalho que colocamos para neutralizar um e aumentar o outro. Esta noção provavelmente acompanhará a criança fora da academia também.

4) Os laços da amizade

Os valentões vão atrás de crianças que têm problemas para fazer amizades, se sentem diferentes e não se relacionam bem com o grupo. Jiu-Jitsu trabalhará como mediador e ajudará a criança a fazer amigos. Sendo um esporte de contato, a arte suave é um canal para que todos se encaixem no grupo.

5) equilíbrio de auto-estima

Ter baixa auto-estima é a porta de entrada para uma vida isolada, temerosa e infeliz. Por outro lado, muito pode transformá-lo em uma pessoa desagradável, infantil ou adulta. Jiu-Jitsu rapidamente dará a essa questão o equilíbrio necessário. À medida que as crianças ganham e perdem, como todos fazemos nos tatames, eles aprendem que são suas ações que comprovam seu valor, em vez do que você ou outros pensam de si mesmo.

6) Ajuda para os pais

Nada pode substituir uma boa educação dos pais. Se uma criança recebe os valores certos, ele ou ela está no caminho certo para ser uma boa pessoa. Jiu-Jitsu ajudará com isso, pois ensina o valor do trabalho árduo, o respeito pelos outros e o caminho certo para lidar com vitória e derrota, prazer e dor, recompensas e punições.

7) Liberação de pressão

A vida está cheia de momentos estressantes para crianças e adultos. Todos nós temos que lidar com pequenos desagrados ​​diariamente. Mais uma vez, Jiu-Jitsu irá ensinar-lhe como lidar com aqueles momentos menos pacíficos da vida. No tatame, a lição número um que você aprende é como lidar com o desconforto.

 

Espero que tenha gostado do texto. Se você tiver um sobrinho, filho, amigo, neto ou irmão que está na escola, converse com ele sobre isso. Certamente ele já praticou, sofreu ou presenciou um ato de bullying e a conversa é o principal caminho para a solução do problema.

COMPARTILHE !

origem inglês: Newsroom Graciemag